O Poder Espiritual

O que significa poder espiritual? Como os grandes da espiritualidade utilizavam esse poder em suas ações?

O Poder Espiritual

Com certeza os grandes da espiritualidade não estavam preocupados em exercer o poder de comando sobre a humanidade. Para eles, ter o poder de servir era sua máxima alegria. Não por serem submissos, com certeza, mas sim porque sabiam que a ação espiritual sempre traz em seu bojo as sagradas características do Fiat Lux! (“Faça-se a Luz!”): Energia, Luz, Força, Potência, Potencialidade e, finalmente o Dom, a Dádiva, o “Dar de Si”. Por isso, ainda são a Luz do Mundo! Hermes, Buda, Lao Tsé, Platão, Sócrates, Pitágoras, Mani e tantos outros, como Jesus, são a prova dessa grande oblação.

Para seguir esses grandes, basta observarmos o que temos dentro de nós. Então, entenderemos o que é poder. Veremos todas as nossas possibilidades de pensar, sentir, querer e agir: todas as nossas habilidades e aptidões, tudo o que pode ser útil para que a Luz se faça (a energia, a força, a potencialidade divina) – em nós e no mundo. Então, traçamos nossa rota.
Por isso, nosso ponto de partida é realmente saber quem somos e a que viemos. Sem nada que nos prenda – nem aos grilhões que vêm de fora, nem aos que vêm de dentro. Assim, livres de medo e culpa, preocupação e dúvidas, conhecendo nossos conflitos, aprendendo com nossos erros e com a vida, sairemos da estagnação. E, libertos de nossos apegos, poderemos exercer a Vontade Soberana do Deus-em-nós com responsabilidade, utilizando nossa verdadeira inteligência ativa e dedicando-nos à completude de nossa tarefa: a de sermos realmente humanos. Só assim descobriremos nossa humanidade, nossas características mais sublimes.

Afinal, Deus é a energia suprema que reúne todas as potencialidades de tudo e de todos! Somos essas potencialidades. Somos pensamentos desse Deus. Somos suas manifestações. E, acima de tudo, somos livres para exercermos essas potencialidades divinas no tempo e no espaço.

Se é esse o empoderamento que buscamos, a hora é agora e o lugar é exatamente aqui! E o melhor de tudo é que não precisamos buscá-lo fora de nós. Essa energia, essa potência, essa potencialidade, esse Deus, está em nós. Ele brota em cada insight que temos, em cada lampejo de consciência sobre nossa função no mundo, a cada instante.

Não, amigos: não detemos o poder. Somos o poder: o poder, a luz e a força de sermos livres, autônomos, responsáveis, independentes, plenos de pura energia. Uma energia renovada, que nos confere empatia, solidariedade, unidade de grupo, consciência de sermos o que somos para servir ao Uno, Absoluto e Eterno em forma de mundo e de humanidade, no aqui e agora.

Assim, teremos a possibilidade de auxiliar a nós mesmos e aos outros nessa grande conquista que é percebermos, todos, nossas potencialidades.

Um dia, transfigurados em pura Luz, despertaremos em um novo mundo onde a energia que nos moverá será o Amor Absoluto – porque estaremos em unidade absoluta com o Deus-em-nós que nos confere essa magia verdadeira, esse encantamento sagrado e supremo, esse poder real.

Por enquanto, precisamos aprender: viemos a serviço da nossa humanidade e da humanidade dos que estão ao nosso redor, neste mundo limitado, onde esse poder – essa potencialidade – só se realiza se for exercido!

Mas, lembremos: aqui, neste exato momento, somente nós temos o poder de sermos nós mesmos! Então, sejamos!

Compartilhe este artigo

Nossos últimos artigos

Informação sobre o artigo

Data da publicação: março 12, 2023
Autor: Group of LOGON authors (Brazil)
Foto: Tep_Ro-pixabay CCO

Imagem em destaque:

Nossos últimos artigos